Os três campos da arte: A arte e seus caminhos

arte O conhecimento em arte se dá através da articulação de alguns campos. Os três mais importantes campos do conhecimento articuladores em arte, são habitualmente trabalhados nas aulas de arte são: História da Arte, Semiótica e Estética.

Para um maior aproveitamento do ensino da arte, a mesma pode prever em sua metodologia o trabalho com outras disciplinas ao redor do tema em questão. Com esses três campos importantes mencionados anteriormente, veem a articular as aulas de artes.

O primeiro é a História da Arte. Nesse momento passamos a encarar a arte em um contexto histórico onde através desse estudo poderemos ter um campo de visão mais abrangente da realidade em que se deu o momento da criação e bem como responder alguns porquês da obra. Com isso passamos pelos períodos históricos, os estilos de cada período e os movimentos que os encabeçaram nos ajudando a perceber o porquê a arte é hoje o que é e tendo a oportunidade de confrontá-la com o nosso próprio passado.

No campo da semiótica, entramos no campo dos sentidos da obra, o que a mesma desperta em nós. Qual o significado que esse signo artístico representa para nós e a nossa sociedade circunstante. Oriunda da linguística, a mesma estuda a representação da imagem e a transmissão da informação e recepção da mensagem que de certa forma se adequa ao estudo da arte.

No campo da estética devemos nos deter no fato que não estamos falando somente de caracteres a respeito de técnicas utilizadas, ou mesmo uma categoria em si que represente um grupo artístico. Nesse momento, também temos de perceber quais sentimentos a arte gera em nós.

A ARTE E BELEZA

arte Ainda hoje temos em nossa cultura que a estética de uma arte se encontra em sua beleza, quando na verdade a mesma está mais ao sentimento despertado independente se bom ou ruim, do que no objeto em si. Ou seja, se uma obra com caracteres criados para gerar espanto e pavor consegue realizar perfeitamente esse papel, o sentimento de pavor da pessoa foi despertado pela estética da obra.

Sendo assim, mesmo uma obra feia em si, consegue-se ter uma boa estética, pois ela atinge seu objetivo. Dessa forma desmitifica-se que a estética seja somente sinônimo de beleza, harmonia e equilíbrio. É ai que o professor consegue aliar tanto as questões teóricas quanto a prática em sua metodologia.

arte Podemos perceber que esses três campos estão atrelados um ao outro e se encontrão distintamente especificados para que se possa aplicar corretamente a metodologia nos vários momentos da aula.   

Leia também:
Ensino da arte: Os três momentos da organização pedagógica

Ensino da arte: Relação entre metodologia e conteúdo

A arte e os seus três componentes básicos

O belo na arte: A verdadeira beleza de uma obra

Obra de arte: Como observar uma obra de arte sem preconceitos