O Clube do Imperador: A realidade entre professores e alunos

O Clube do ImperadorO filme “O Clube do Imperador” nos mostra a história de um professor em uma escola exclusiva para garotos, a St. Benedict’s, pertencentes a famílias de alto padrão social. O papel do professor Hundert é interpretado por Kevin Kline. O professor além de ter uma metodologia diversificada no ponto de vista humanitário, é também um apaixonado pelo o que faz. Leciona História Antiga e através do estudo dos filósofos gregos e romanos procura incutir princípios morais na vida desses garotos afim que se tornem homens de grande valor na sociedade.

Além de lecionar, o professor sempre diz que “o caráter de um homem é o seu destino” dessa forma procura fazer com que os seus alunos sempre tenham uma atitude correta diante das dificuldades apresentadas. No filme O Clube do Imperador, o cotidiano escolar é quebrado quando a turma recebe um novo aluno, Sedgewick Bell, filho de um senador. O garoto é rebelde que obrigado pelo pai a estudar, mas que ao mesmo tempo não demonstra muito interesse pela vida escolar do seu filho.  

Logo assim que chega, o garoto entra em confronto com as metodologias do professor, dizendo não ser importante aquilo que ensina. Apesar de sua rebeldia, cinismo, mediocridade e por influenciar negativamente os amigos de sala o professor Hundert acredita nas capacidades intelectuais do garoto, e com isso crê que Sedgewick pode trilhar o caminho correto se a oportunidade lhe for concedida.

O CLUBE DO IMPERADOR E O ENSINO

O Clube do ImperadorEssa oportunidade se apresenta em um concurso chamado Júlio Cesar, um concurso sobre a Roma Antiga. O professor acaba colocando-o nesse concurso ao invés de outro aluno em uma tentativa de incentivá-lo, mas Sedgewick o decepciona ao trapacear no concurso.

O professor ao perceber estar sendo enganado lança uma nova questão, a qual o garoto não soube responder. Com isso Sedgewick perde a competição, e o professor dessa forma que ele tenha aprendido que não se deve trapacear.

Anos depois, toda a estrutura de um concurso similar é montada pelo próprio Sedgewick a fim de ter uma revanche, seus competidores são convidados bem como o professor Hundert, porém todas as trapaças do agora homem se repetem, e o professor se vê na obrigação de lançar uma nova pergunta. Dessa forma Sedgewick perde novamente, mostrando a ele que mesmo com todo o seu dinheiro e influencia não seria necessário para comprar o conhecimento.

O Clube do ImperadorPara você que é professor, O Clube do Imperador é um ótimo filme a assistir. 

Leia também:
O Clube do Imperador: Reflexões sobre o filme: Parte 01

O Clube do Imperador: Reflexões sobre o filme – Parte 02

Ética profissional do educador: O Clube do Imperador

Prática docente na língua portuguesa – Parte 01

O Clube do Imperador: Tecnologia na educação